terça-feira, 18 de agosto de 2015

Minhas músicas favoritas do atual estado de humor

"Nossa! Que título extenso e explicativo demais!", acho que vocês pensarão.
"Pois é", direi eu. E continuo:

Pensei em chamar de "Músicas que me emocionam", e fazer um apanhado de músicas que mexem comigo. O resultado? Um rascunho de duas semanas ou mais que já perdeu toda a emoção para mim. Então, hoje, aproveitando novas incursões no cenário musical, decidi fazer uma versão semanal. MAS terá músicas que acho especialmente emocionantes, mesmo algumas que eu já passei da maior fase de s2 s2 doki-doki.

Também andei explorando, finalmente, a discografia da Pink. Por enquanto coloco só as que realmente saltaram aos meus ouvidos (no geral, músicas que eu já tinha ouvido em algum momento e ainda não sabia que era dela).


Chuwon Chuwon


Achei a letra muito bonita, gostei muito do cuidado de colocar a tradução para inglês de toda a letra ^^ Foi graças a isso que consegui entender! Também achei legal a atitude de colocar youtubers famosas do Japão (exceto por uma, que é ocidental) colaborando. Pelo que entendi do que pesquisei, maior parte das colaboradoras é japonesa, mesmo. Achei também o clipe muito lindo, e a coreografia do refrão empolgante XD Já aprendi a dançar, e danço na maior alegria. Estou na expectativa de aprender a letra para cantar tudo junto! Ah, e também cada youtuber postou um vídeo próprio, com a divulgação pessoal do clipe ^^


Roundtable Rival


Música instrumental com feeling steampunk tanto no som quanto no visual do clipe. Achei o enredo do clipe legalzinho, apesar de bem simples. Adorei o visual das personagens. E, por favor, violino com todos aqueles instrumentos e tal... Não sei muito mais o que descrever XD


I'll make a man out of you
cover Jackie Chan



Bom, vi isso no Facebook hoje. E não tem como não achar incrível ouvir o Jackie chan cantando esta música épica de Mulan \o/ Gostei muito de ouvir a música em um idioma possível de ter sido cantado na situação "original" ^^ Digo, imaginando que Mulan se passa na China e o Jackie cantou em um dos idiomas falados lá, acho que dá certo tom de "verossimilhança" que acho muito simpático :3


Don't Let Me Get Me


Eu lembro de ouvir essa música quando bem nova, era trilha sonora de uma das edições de Malhação. NUNCA imaginei que era da Pink! Gosto muito do ritmo e, bom, a letra é bem auto-depreciativa, mas... Em certos momentos deprê é bom ouvir uma música que traduza certos sentimentos. Me identifico muito com a música porque realmente, em especial nos últimos meses, eu tenho sentido bem claramente o quanto eu mesma consigo me sabotar. E, no passado, já tive momentos em que desejei ser outra pessoa (acho que maior parte das pessoas já teve...). Como nesta música o clipe é indiferente para mim, optei por colocar só uma versão ao vivo, já que no geral sempre gosto mais de versões ao vivo das minhas músicas favoritas <3


Just Like a Pill


Não cheguei a pesquisar a letra, mas gostei muito do ritmo. Me acalma e sensibiliza, fico mais aberta a uma introspecção. Nada muito uau para acrescentar... Versão ao vivo muito incrível aqui *0*


Raise Your Glass



Foi por meio desta música e clipe que conheci a Pink e virei fã. Então não tinha como faltar. Adoro a letra, o ritmo é muito empolgante, e finalmente, o vídeo tem um tom hilariante que se tornou meio constante nos clipes da Pink. Acabei virando fã de todos os aspectos do clipe. A frase do refrão, de "levante sua taça se você é errado de todas as maneiras certas" é basicamente muito genial para mim XD Sei lá, tem tantos jeito de você só não se encaixar no padrão e não ser nocivo a ninguém (nem a si mesmo)... Esta música apareceu em um momento em que me senti muito feliz em notar que muitos aspectos meus não se encaixavam no padrão, mas que isso não era necessariamente um defeito.


Try


De clipe extremamente inspirador, ao menos para mim, esta música realmente me emociona. Me deixa, também, mais introspectiva, e não sei dizer exatamente se me deixa alegre. Acho que me evidencia que ainda tenho muito a caminhar, mas que o mais importante é que eu me ame. Devo ser bem sincera, tem muitos momentos, quando me auto-saboto demais, que começo a me odiar muito; esta música me emociona nessas horas, por me lembrar que às vezes estou tentando atingir um padrão muito alto e que preciso ter mais respeito e amor por mim mesma. Não sei dizer se a emoção é boa ou ruim, mas é intensa e por isso esta música está aqui.


Price Tag
Jessie J feat. B.o.B


Optei pela versão ao vivo porque, apesar do clipe ter coisas meio fora do comum e um visual que acho muito fofo, no geral acho levemente tedioso. E ao vivo dá para sentir melhor o sentimento dos cantores, coisa que adoro. Sem contar que a Jessie J sempre dá umas inventadas no vocal quando está ao vivo. Gosto muito do tom mais meigo, sincero e sincelo que essa música tem, em especial quando se compara com as outras produções da Jessie J. E esta é uma das poucas versões ao vivo que encontrei com o B.o.B. participando. Enfim, eu gosto muito do tom de "calma, desacelere e só aproveite as coisas com serenidade" que a música passa. O mundo parece muito mais simples quando a ouço.


Credens Justitiam


MINHA MÚSICA FAVORITA DE MADOKA. Vale dizer que as duas músicas de abertura (do filme e do anime) me emocionam muito, me identifico muito com as letras. Credens Justitiam não tem uma mensagem, mas o ritmo e o jeito que elas cantam me deixam muito fascinada. Eu chego a deixar de pensar um pouco durante a música. Ela começa e eu começo a apenas cantar junto e deixo para pensar no que quer que eu estava pensando depois. Vale dizer que a Mami é uma das personagens que eu mais gostei, em Madoka, e essa é a música-tema dela.


Am I Wrong


Conheci esta banda e música por meio do programa Superstar e abanda Dois Africanos, que fez um cover (que era quase uma releitura) desta música. Admito que prefiro o cover, mas preferi deixar o link aqui para a postagem do vídeo (ele não aparece com imagem boa no youtube) e colocar aqui no post mesmo o original. Adoro o tom sonhador da letra; acredito não precisar falar que me identifico muito. As perguntas que ele faz parecem me reafirmar que não, não é errado querer seguir um caminho diferente do da maioria e do que é considerado certo. Acaba me dando forças para lutar mais. No momento já enjoei um tiquinho desta música, mas até semana retrasada eu ainda a ouvia muito , e ela ainda me emociona. Na primeiríssima vez que a ouvi (no cover dos Dois Africanos), quase chorei, e isso se repetiu pelas próximas 10 reproduções da música.


Yume no Hajima Ring Ring


Virou minha música favorita da Kyary. Igualmente, até semana passada ou coisa assim eu ainda ouvia essa música obsessivamente. É meio complicado quando uma arte causa uma identificação tão imediata e incontrolável - eu diria que essa música é uma que me atinge no âmago, bem como o clipe. Esse tema do adeus é algo que me atinge muito, especialmente porque nunca me sinto preparada para dizer adeus às pessoas que amo. Me afastar de qualquer amizade é algo que envolve sempre extrema tristeza e esforço, mesmo quando é perceptível que a época dessa pessoa na minha vida acabou. Essa dificuldade de deixar os outros irem embora foi o que me atingiu tanto neste clipe. Eu olhei a tradução da letra e passei a ficar um pouco menos triste com a música... No fim, de certa forma, este clipe está começando a me ajudar a lidar com essas situações de adeus.


Serpente


Tinha que ter algo nacional nesta lista! Tenho ouvido muito a Pitty nos últimos dias, estou cada vez mais encantada com essa musicista. Essa música sempre me traz muito otimismo e força, desde o comecinho. Este tema do recomeço, "da serpente que engole a cauda para recomeçar", me ajuda a lembrar que nunca é tarde demais para mudar e para fazer as coisas darem certo. O clipe do eterno ciclo também me impressiona muito. No geral gosto muito dos clipes da Pitty.


Sutilmente


Mais um nacional. É meigo, simples e singelo. Inicialmente foi o clipe que me conquistou, e depois a letra. O tom artesanal do vídeo, sem grandes edições ou efeitos especiais, me impressiona demais. O Skank consegue passar muito bem aquele charme singelo... Acho que sobre esta música não há muito o que dizer, exceto que também me emociona. Não sei bem dizer a razão. é uma música que invariavelmente me lembra minha mãe. Talvez porque volta e meia me pergunto como mantê-la "viva dentro de mim".


Projeto Agridoce
Pitty e Martin


Este é um projeto paralelo da Pitty com o guitarrista da banda dela. Eu até tentaria escolher apenas uma música deste projeto para colocar aqui, mas simplesmente foi impossível. Todas me agradam demais. Demais mesmo, também pelo teor das músicas. O ritmo é folk: acústico, suave e leve, de um jeito que me agrada muito; as letras são curtas, pouco elaboradas, mas com força. São meio tristes, mas a acho muito profundas. Fico com a impressão de que é impossível não se identificar pelo menos um pouco com algumas das letras - elas me parecem tocar em temas que todo ser humano acaba pensando. Escolhi aqui para vídeo um programa em que eles tocam várias das músicas do projeto. Eu ouço constantemente esta coletânea desde o fim do ano passado (pelo menos uma vez a cada 15 dias).


Uaaau, lista completa X__x ou não. Na real, fazendo esta lista notei que tem muito mais da Pink e da Pitty que eu gostaria de mostrar. Talvez, quando eu tiver paciência de novo, eu faça aí umas listas temáticas de artistas. Eu adoraria fazer isso, só preciso ter mais certeza de quais músicas eu gostaria de escolher XD

Tentei ser o mais sincera possível sobre essas músicas, principalmente porque esta lista É muito emocional. Deve ter faltado alguma música aí nesta lista, mas tentei lembrar das principais do meu humor atual. Tem algumas outras que são muito minhas favoritas, mas que não se enquadram a este meu momento (ou, caso se enquadrem, não ando ouvindo no momento).

Sei que fui um tanto redundante em algumas descrições, mas acreditem que as palavras vieram do coração, eu só não soube usar muitos termos diferentes ^^"

Abraços de arco-íris a todes! Espero que tenham gostado do post ^^

Nenhum comentário:

Postar um comentário