quarta-feira, 24 de junho de 2015

Meu primeiro RPG IRL (21/06/2015)

Olá ^^

Caso não tenha dado para entender as siglas do título, aqui traduzo: joguei pela primeira vez um "role-playing game" "in real life". Ou seja, um jogo de interpretação na vida real.

Eu já era familiarizada com RPGs online, por meio de fóruns, mas nunca tive realmente a chance de jogar na vida real. Então teve o aniversário de um cara, fui meio que convidada para ir comemorar e lá rolou uma sessão de RPG de Dungeons & Dragons, um mundo medieval fantástico bem interessante. Não vou saber dizer qual versão/geração que joguei.


Eu nunca tinha feito uma ficha daquela forma antes, tive medo de não saber criar a personagem e depois de não saber interpretá-la. Também tive medo dela ser muito parecida comigo, mas acredito que não ficou tanto assim.

Usamos umas fichas que nosso mestre já tinha impressas. Escolhi fazer uma maga élfica que busca conhecimento. Teve um plot retomando a aventura da Ariana, uma amiga nossa que já tinha feito uma rodada de D&D. Meio que teve um evento onde o conhecimento daquele mundo se perdeu, e uma deusa convocou pessoas para irem recuperar esse conhecimento.

Minha personagem, Erin, morava em uma vila de amazonas élficas (porque sim, gosto de ser clichê XD) e sempre teve muita curiosidade e sede de conhecimento. Ela foi uma das convocadas pela deusa, por meio de um sonho. Ela procura descobrir qualquer coisa daquele mundo, em especial conhecimentos de enciclopédia (como espécimes de monstros e bichos) e religiosos e/ou de rituais místicos. Ela é pouco carismática e meio calada. Acredito que para ela os fins justificam os meios e ela usaria qualquer meio para obter conhecimento. Por enquanto acho que só consegui manifestar que ela é meio arrogante e quieta. E ela não está entendendo muito bem porque está com o grupo de aventuras que tem...

Ficha da personagem

Além da Erin temos:
 Denalyn, uma elfa barda muito medrosa. Ela também é comilona.
 Felix, uma ralfling ladina meio barra pesada.
 Dove, uma elfa druida toda bem drag no palavreado. Ela se transforma em vários animais e usa gírias bem do mundo pop, pelo que notei.

O filho do chefe da vila onde estamos foi raptado para ser transformado em uma espécie bizarra. Erin foi salvá-lo porque viu nisso uma chance de conhecimento, Felix foi porque viu como uma chance de conseguir tesouros e Denalyn foi para salvar o cara com quem ela estava tendo um caso. Não lembro poque Dove foi, acho que para conhecer melhor a área para onde ele foi levado. Na realidade a Dove pretende chegar, ao fim de tooooda a aventura, em uma ilha especial e incrível que é o lugar onde todos os elfos querem chegar.


No momento eu não tive muito a definir da minha personagem, mas aos poucos espero conseguir pensar em uma aparência e na história e contexto do lugar de onde ela veio. Pama, o intérprete/criador da Dove, inventou MUITA coisa, e me vi pensando que dá para enriquecer muito o universo do jogo se cada jogador for pró-ativo quanto à própria terra natal, costumes e etc.

Como bateu fominha, rolou pedir comida por delivery no Speedy Food. Pedi um hambúrguer de grão de bico bem gostoso e grande :3

Sanduíche já mordido para poder mostrar o recheio

Já aconteceu muita coisa além na aventura, mas acho que contar tudo pode ser meio cansativo e chato... O que importa é que decidimos atacar a vila onde está o sequestrado usando como ajuda um ser que transforma os outros seres em pedra ao bicá-los. Paramos tentando convencer um dos seres a nos ajudar. E também parece ter um inimigo maior do que os caras da vila pela floresta, e estamos bem preocupados com esse ser misterioso que parece conseguir arrancar peles de orcs. Também fomos atacados por centauros, pois entramos no território deles e eles são territorialistas u.u Minha personagem já matou um centauro, mas foi sem querer... Fiquei me sentindo muito mal, embora a Erin não tenha ligado em nada para isso.

Senti saudades de postar aqui, espero conseguir retomar o blog agora. Estou sempre tentando e falhando, mas em algum momento vai XD Ou eu posso só aceitar que sumo e reapareço...

Abraços fofinhos e quentinhos para todo mundo! 

2 comentários:

  1. Eu também nunca joguei um RPG na vida real, mas tenho vontade! Espero que um dia eu tenha a oportunidade, você parece ter se divertido ^~^
    Espero que consiga postar com frequência, porque mesmo tendo acabado de conhecer seu blog, já quero ver mais posts <3

    Beijos ~

    ♥ Rendas e Doces

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também desejo que um dia você tenha a oportunidade de jogar RPG d mesa, é bem divertido e bem com outra dinâmica do virtual ^^

      Eu estou "desenterrando" oficialmente o blog e, sim, pretendo postar com mais frequência ^^

      Excluir