sábado, 18 de fevereiro de 2012

Leituras: O Livro da Bruxa

Li este livro hoje. De Roberto Lopes (nunca tinha ouvido falar neste cara O.o), é maravilhoso, e recomendo qualquer um e uma a lê-lo ^^ Uma amiga muito especial minha me emprestou ele.

Estranhamente, esse livro é bem o oposto do outro sobre o qual escrevi: tentei, tentei, mas não consegui fazer um resumo decente. Assim, coloco aqui o que está escrito na orelha e depois as minhas impressões.



Um médico e uma paciente de 86 anos internada com diagnóstico de pneumonia encontram-se. Algumas conversas no hospital e uma viagem pela praia são o caminho para conhecermos parte da sabedoria de uma poderosa bruxa.
É uma incrível aventura que nos mostra novas formas de ver a vida.
Sem usar nenhum recurso esotérico, essa é uma história mágica. Nela encontramos elementos do cotidiano transformados pela mais pura arte alquímica em preciosas lições.
Este livro revelará diferentes mensagens dependendo de como for lido, e a sabedoria condensada em suas páginas será relembrada por toda a vida. 
 Simplesmente um obra prima.

Ele é escrito em primeira pessoa. Um médico (que é o autor do livro!) conta sobre uma paciente especial que ele conheceu: ela era uma bruxa e, com suas lições, o ensinou a ver o mundo de outra forma. Ao contrário do que se pensa, as bruxarias que ela fazia nada tinham de poções e coisas assim. Foram coisas muito simples e que podem ser resumidas em uma ideia básica. A de que não há coisas boas e nem ruins, e que se pode ver coisa positiva em qualquer coisa.

É um livro extremamente valioso, e que me inspirou a ser alguém melhor. Fala-se de pessoas-primavera, de sair dos padrões, de saber o momento certo das coisas, anjos da guarda e algumas coisinhas assim. Não tenho como fazer um resumo dele que não adiante demais algumas coisas, infelizmente.

O mais bonito é que o livro não se resume a falas. Há exemplos muito interessantes e que fazem com que a gente veja possibilidade em aplicar na nossa vida o que é colocado nele.

Apenas para entenderem um pouquinho do que estou falando, aí vai uma partezinha do livro:

- Você é uma bruxa de verdade, não é? - perguntei.
- Sou como o desenho. Posso ser uma bruxa ou muitas outras coisas... Acho que preferiria ser uma fada. As bruxas não são bem vistas pelas pessoas. Entretanto, uma bruxa é mais compatível com a forma na qual você me vê. Então, continuarei sendo uma bruxa - declarou, divertindo-se.
Acenei com a cabeça, concordando.
Ela levantou da cama e postou-se à minha frente.
- Esta nossa capacidade de transformar as coisas é a base de uma vida produtiva e repleta de bons momentos. Contudo, muitas pessoas não utilizam este poder. Vêem apenas uma possibilidade e passam a vida reclamando de limitações que na realidade não existem.

 Espero que gostem! Abraços esotéricos!

4 comentários:

  1. guardarei o nome dess livro, parece bem legal ^^
    Tem um orteio no meu blog, se vc puder participar ficaria muito feliz
    bjs e boa sorte ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo convite, mas não me interessei muito pelo sorteio ç_ç

      Esperarei próximos o/

      Abraços, espero que goste do livro! ♥

      Excluir
  2. Também não conheço esse autor, embora o nome não seja assim tão estranho... Devi ter visto em alguma feira ou livraria, com certeza!

    Amei a parte do livro que você fez citação! Me fez pensar em um monte de coisas!! Não tenho dúvida de que foi uma leitura realmente proveitosa, não é?! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi extremamente proveitosa, Hime-chan! Virou meu livro de cabeceira, realmente te indico ele!

      Quem sabe não te dou de presente de alguma data especial? :3

      Excluir