quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Desabafo sobre Lolita ou Conclusões tiradas de vários meios

Andei meio sumida, mas pretendo postar mais vezes. Estou desenterrando minhas pesquisas sobre lolita e isso me jogou em loopings e mais loopings. Neste meio tempo, feliz ou infelizmente, não deixei de aprender sobre lolita.



Será muito trabalhoso pesquisar e justificar tudo que escreverei aqui, mas sinto que se eu não escrever agora não escreverei mais. E dá muita preguiça pesquisar por TUDO que estou pensando. Me recuso a citar nomes, simplesmente porque é idiota fazer isso, uma vez que quem está dizendo as coisas sou eu.

Acompanho os blogs Reino de Morango, Ribbon Land, My Subarashii LoliDays e estou começando a ler o F Yeah Lolita, que até agora não comecei por simples preguiça de ler em inglês. Paralelamente a isso, tenho procurado Gothic and Lolita Bibles, além de ver pela internet imagens de lolitas de outras culturas e países.

Começarei com pensamentos simples e óbvios, mas espero que não me acham retardada por isso XDD

Japão e Brasil são dois países profundamente diferentes em diversos sentidos, dentre os quais está a moda. Parece que há países onde as roupas, ou a própria moda, são consideradas prioridades primárias. As pessoas em si são acostumadas a pensarem muito sobre o que vestirão, e em geral acabam tendo uma noção mais "enfeitada" de moda. Por outro lado, parece que há países onde a Moda não é uma prioridade, e as pessoas não se importam tanto de pegar uma calça + camiseta + tênis e pronto. Eu faço isso e acredito piamente que há muita gente que faz o mesmo. Por ser que alguém use saia em vez de calça, ou sandálias (talvez coturno) em vez de tênis, mas o fato é o "colocar roupas automaticamente, sem pensar muito nelas".


Talvez eu soe preconceituosa, ou que estou avaliando toda uma população com base em mim mesma. Mas creio que há um fundo de verdade nisso, porque em geral no Brasil as pessoas não andam lá tão enfeitadas e um bairro como Harajuku (creio que não foi mistério para ninguém que eu estava comparando Japão e Brasil) seria impensável por aqui. Mesmo o próprio bairro da Liberdade não é lá um desfile de moda.

Por isso, por essas diferenças que se pode denominar como "estruturais", que com certeza a moda lolita brasileira, ou ocidental, não é a mesma que a original japonesa. Temos todo um conjunto de fatores que impedem isso e, só para que não achem que estou sendo preguiçosa, citarei-os: clima (delícia usar o último casaco de inverno da AP lá no Rio de Janeiro, não?), socioeconômicos (se você contar para grande parte da população brasileira quanto saem roupas lolita, talvez eles perguntem se você é louca), culturais (todas as lolitas, creio, já passaram pela situação de serem consideradas esquisitas, e não fingiremos que alguém usando outro estilo japonês de roupa não sofreria o mesmo!). Se alguém pensar em mais, por favor me avise que coloco aqui ^^

O que estou dizendo, com toda essa lenga-lenga, é que no Brasil não tem como utilizar a mesma moda, igualzinha, do Japão. E nem falo só visualmente, falo também de ter possibilidade de usar mais vezes, de comprar Brand, de ter acesso às peças japonesas sem gastar os olhos da cara para isso.

A Body Line é muito vista como "centro de itas" ou qualquer coisa que o valha, e é dito que só alguém realmente muito pobre compra peças na BL em vez de gastar na Angelic Pretty. Hm... Será mesmo? Morando no Japão, talvez realmente até as Brands soem incrivelmente baratas. Até porque o salário japonês é outro e tudo o mais. Por terem uma inflação muito alta, TUDO no Japão é caro. Ganha-se, por exemplo, um milhão de ienes ou mais como salário mensal. Com certeza, não é o mesmo que ganhar um milhão de reais, não é mesmo? E, se imagine com um milhão de ienes, morando no Japão. Dá para realizar alguns sonhos de consumo de Brands, não dá?

Sei que essa postagem está longa, mas como é um desabafo me darei ao luxo de continuar.

Lolita...?
Vendo imagens de lolitas brasileiras e estrangeiras, notei uma segunda coisa: a nossa moda é muito menos livre do que a deles. Acho, às vezes, que o que faz com que o Japão seja um centro de moda é o fato deles não se prenderem ao que pode ou não ser feito.

Encaremos a realidade: lolita é uma simples moda. É a roupa que você veste e, por mais que isso seja uma liberdade de expressão, ninguém morrerá se você não coordenar sua bolsa com seus sapatos. E não, não há nenhuma "regra lolita" que obrigue você a combiná-los, eu chequei! 8D

Lolita é uma moda desvinculada de ideologia. Ponto. Ela se baseia em uma silhueta infantil, inspirada nas roupas infantis antigas. Ponto. É uma moda onde há saia armada, decotes modestos e ar de boneca. Ponto. Ela não precisa necessariamente ser bonita. Ela não precisa necessariamente ter sapato e bolsa na mesma cor. Oh, não, ela não precisa ter um laço. Já pensou em um outfit lolita sem laço?!

Quero, de fato, divulgar sobre a moda lolita aqui no Suit Kingdom. No entanto, muitas vezes, encontro informações conflitantes, o que me levou tanto a começar a ler o F Yeah Lolita quando a começar a procurar Gothic and Lolita Bibles. Sinceramente, eu não me importo com as tantas coisas que são ditas, mas quero saber filtrar o que é invenção do que não é para que o Suit Kingdom se torne algo realmente informativo e não um antro de regrinhas e informações errôneas.

Lolita em preto e branco

Queria reiterar que notei já alguns itens "tabus", tais como: renda de nylon, tecidos com algum brilho, headdress retangular, lolita em preto e branco (sobre o qual a Ichigo já postou uma tradução do F  Yeah Lolita). No Japão, ao que parece, não se importam tanto com se a sua renda é de nylon ou algodão, ou se o seu headdress é muito grosso. O que importa é ficar bonito. Ficou, legal. Não ficou? Questão de gosto.

Sinceramente, há visuais japoneses que olho e penso "QUE ESPÉCIE DE LOUCO COLOCA ISSO??? DDD:". É, penso isso de verdade! Mas, se a pessoa está feliz e se achando legal, dane-se, não é mesmo?

Eu dizer que essa foto estava classificada como "lolita"
o torna ita? Porque, sinceramente, não o achei feio.
Quando te veem, aqui no Brasil, usando rosa e pompons, provavelmente pensarão "patricinha", especialmente se você estiver com uma roupa de marca. Use arm warmers listrados de preto e branco e, yeah, você foi taxado de emo! Alargador com piercing e um cabelo espetado, dependendo da roupa escolhida, podem te fazer parecer punk ou bad boy (e não, não é a mesma coisa!). Estamos acostumados e tentar encaixar todos os que vemos em uma tribo. A classificar.

Por outro lado, em questão de roupas, no Japão já, e muito difundida, a tal da street fashion. No ambiente de street fashion há uma preocupação maior em inovar e não seguir uma classificação já existente. No Brasil, creio, não há muito disso.

O que quero dizer é que essa desvinculação da roupa com ideologia + street fashion faz com que o Japão seja um antro de novas modas todos os dias e instantes. Há estilistas famosos que vão para Harajuku se inspirar para suas criações!

Não sabia que podia existis decora em preto!
Moda é algo subjetivo onde tudo é permitido. Eu disse tudo. Isso é o legal da liberdade de expressão: você faz o que quiser. Há dezenas de possibilidades. Mas, como tudo, há um porém: arque com as consequências. Você pode achar artístico sair sem usar roupas pela rua, mas não culpe policiais por te prenderem por atentado ao pudor. Se você quiser, você pode matar uma pessoa, mas lide com o fato de que você infringiu uma lei e será penalizado por isso! Da mesma forma, se você quer se vestir lolitamente, basta ter noção do que faz algo ser considerado lolita. Se você quiser ser original dentro dessa moda, também tem que arcar com as consequências como alguém não gostar e falar mal do que você está fazendo, ou falar que está errado. Felizmente, ninguém te prenderá por isso 8D

O resto, o que comporá seu outfit lolita, é pura invenção.


Abraços melosos! :3 Agradeço MUITO pela paciência em lerem tudo. Qualquer erro, dúvidas, perguntas, traumas, angústias, sugestões, estou às ordens tanto por e-mail quando por comentário.

Lembro que o Suit Kingdom é um lugar para meu enriquecimento pessoal e a ajudar as pessoas a abrirem um pouquinho a cabeça, seja sobre lolita, seja sobre vegetarianismo ou o que quer que seja. Aviso que não sou a dona da verdade, que esta postagem é puramente pessoal (ei, Alice, você não devia ter dito tudo isso ANTES de falar tanto?!) e que é puramente a minha opinião. Sou uma pessoa, portanto passível a erros e com certeza devo ter falado algo de errado ou preconceituoso em algum ponto da minha postagem, então, quem notar ou achar isso, seja paciente e me explique ^^"

34 comentários:

  1. Uau, foi profundo.
    Sério, não to debochando não...
    É tudo tão difícil né?! Porque TUDO nesse mundo tem uma certa classificação e às vezes é por causa dessa classificação que vem os preconceitos e até bullyng '-'.
    O pior é tentar classificar algo em Harajuku
    É lolita com inspi em Gal. Gal retrô. Retrô inspirando cute-kei...
    Chega uma hora que a gente não consegue mais identificar o que é o que xD~
    Mas enfim, gostei do desabafo da Alice.
    Me fez pensar... (pensar no quê?? O.O)
    Ah, na verdade quando eu penso demais minha cabeça vira um nó e agora você vai me fazer pensar mais pra desfazer o nó.
    Olha o que você fez ¬¬
    Brinquei...
    Abraço Alice!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaushaushausha, sempre às ordens para enozar a cabeça dos outros, Polly! XDDDD

      Esse post surgiu porque fiquei meio cansada de lolita, no sentido de ter tantos tutoriais que se contradizem (???)

      Abraço, Polly! Saudades suas! Te mando e-mail amanhã ♥

      Excluir
  2. Concordo com o que tu falo....
    gosto de lolita mas não gosto desse mimimi de ita que de uns 5 anos pra ca eu vi surgir fazendo com que as pessoas largassem o estilo por sofrer bullyng por parte de algumas meninas, desde quando tinha 13 anos eu uso o estilo kodona e me assustei quando vi um post por ai falando pra abolir o estilo kodona aqui no brasil WTF ò_Ô por isso não tenho muitas amizades no meio lolita defendo muito a alegria da pessoa e nao suporto pessoinhas por ai surtando com meninas chamando as de ita (principalmente sem saber se ela estava de lolita mesmo) o que ocorreu comigo eu feliz de cosplay do aya do Psycho le cemu love is dead, uma minina chego "nossa vc ta muito ita com essa roupa , lolita nao usa roupa camuflada... ai virei e disse .. isso é cosplay primeiramente , segundo nao pedi sua opiniao....
    afff foi o tempo que lolita e vk aqui no brasil era bom de usar onde nos ia nos eventos nos divertir e nao fica julgando a roupa do proximo....
    aaff foi mal pelo coments mas tu me inspiro a expor minhas idéias XD
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina! ^^ Esse tipo de postagem surge porque quero saber a opinião alheia e expor a minha! XDDD

      Fiquei curiosa sobre o estilo kodona... Como é?

      Infelizmente, tem muita lolita de nariz em pé. Acho isso triste, mas enfim T_T Em todos os lugares há pessoas legais e chatas, tento pensar nisso.

      Abraços contestadores! \o/

      Excluir
    2. kodona é o bom e velho boystyle, mas decidiram chamar só de boystyle aqui no brasil e abolir o nome "kodona", não o estilo em si.

      Excluir
  3. Eu gostei muito do seu post.
    Concordo principalmente com a parte onde você diz que a moda brasileira de rua é "travada".
    Não é só com o lolita. As pessoas no Brasil adoram falar mal umas das outras, principalmente quando elas vestem algo que seja diferente.
    O brasileiro não consegue ver algo diferente e guardar a opinião para si, precisa sempre comentar em alto e bom som e, faz questão que o alvo do insulto escute.
    Eu acho que todos nós, inconscientemente tentamos não ser alvo de críticas. É por isso que o lolita no Brasil não é tão livre como no Japão ou mesmo na Europa.
    Não conseguimos vestir apenas o que achamos bonito e nos sentimos bem vestindo, só porque temos medo do que podemos ouvir.
    Me sinto triste de certa forma, porque muitas meninas gostam do Lolita mas não o aderem porque tem medo do que possam escutar tanto na rua, quanto na comunidade lolita.
    Se bem que, como você bem disse, essa é minha opinião e, somente minha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois saiba que concordo com a sua opinião, Di Lua! Acho que você traduziu muito do que penso, tanto que nem sei mais o que acrescentar aqui na minha resposta XDDD

      Queria ter comentado o que você escreveu também, mas acho que ficará para outra postagem. Quando vi, já tinha ido e ficaria fora de contexto.

      Abraços! :3 ♥

      Excluir
  4. Sabe que ontem mesmo eu estava discutindo sobre isso com a minha mãe: ao entrar no site "Japanese Streets" para procurar imagens para meu Tumblr, levei um choque ao ver tanta gente vestida de tantas formas diferentes! Realmente, a criatividade é algo incrível!!

    Visualizei todas as páginas desse site (o que me rendeu cerca de um pouco mais de uma hora de imagens!), e só vi três fotos de lolitas: nenhuma passaria sem críticas se postassem seus outfit no nosso fórum. Isso me levou a pensar: a moda é japonesa? Sim. Mas os critérios, as regras para vestir, aqui no Brasil parecem ser muito mais definidas do que no próprio Japão, onde se constituiu como estilo. Isso me levou a pensar: somos paranoicos por regras ou vemos realmente essa moda de forma diferente do que é promovido no oriente?

    Às vezes tenho a impressão de que, no Japão, o simples fato de usarem burando já justifica estarem "na moda". Isso me incomoda um pouco, porque nossa "escola" ocidental, pessoalmente, me parece bastante rígida sobre o que considerar ou não lolita. No entanto, ao ver a street fashion em geral, procuro compreender meninas usando BTSSB sem anágua ou com uma baby look por baixo, ao invés de blouse, ao observar a grande liberdade que parece ser indissociável nas agitadas ruas de Tokyo, por exemplo.

    É estranho? É! É ita? Depende do ponto de vista! Minha opinião importa? Provavelmente não, mas posso tentar compreender o porquê de algo ser considerado ou não estranho ou aceitável. Tudo depende de para onde direcionamos nosso olhar.

    Encerrando, só posso concluir, a partir da minha "ótica" ocidental e opinião pessoal, que:
    classificar ou regrar:

    * em demasia, corta a criatividade/ousadia - passamos a nos preocupar em enquadrar tudo, a combinar tudo, sem levar em conta novas possibilidades para além de um básico;

    * na falta, descaracteriza, empobrece ao deixar de lado o que deu origem, perdendo o foco e alguma referência que possa ser reconhecida.

    Equilíbrio é tudo, portanto! O grande desafio e a grande diversão da moda! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hime-chan, para variar, você conseguiu passar para palavras coisas que não consegui! Obrigadíssima! Quero fazer alguma postagem usando o conteúdo que colocou aqui :3 Adorei mesmo!

      Concordo plenamente o/

      Excluir
    2. T.T Verdade?! E eu que achei ter extrapolado no comentário (ficou gigantesco... Ainda bem que você está acostumada! xDD)! Eu sempre acabo me empolgando com discussões interessantes! ^^ Por isso que sempre dou um jeito de ler seu blog! Combinamos nisso, nesse nosso lado filosófico e, por vezes, um tanto indignado (não levando para um lado ruim: ao contrário - indignação como forma de por os neurônios a funcionar!) de ver as coisas! ;D

      Excluir
    3. Verdade verdadeira! T_Tv

      Ahuahsuahsuah, MUITO acostumada! XDD Engraçado é ver o seu e o da Tiemi-chan abaixo. Ahn, contraste? Imagina! XDD

      Com certeza, combinamos nisso e adoro isso! Espero que conversemos mais vezes a respeito!

      Excluir
  5. Adorei o post!!

    Pela primeira vez leio algo sobre Lolita que não é restrito e cheio de regras e mimimi!!

    Ficou muito bom, adorei tudo!! Parabéns!!

    Bjo bjo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, que honra! O primeiro qualquer coisa a gente nunca esquece (pelo menos é o que dizem XD)!

      Muito obrigada!

      Abraços fofos~!

      Excluir
  6. Gostei do que escreveu, apesar de achar umas regras meio que necessárias as vezes ;para pegar o jeito da coisa e para não fazer algo inspirado completamente diferente do sentido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro! ^^ Entendo o que quis dizer. Creio que, como disse a Hime-chan, o truque é o equilíbrio XD

      Excluir
  7. Olha li tudo, e achei incrivel.
    Realmente é o que acho.
    Muitas vezes deixamos de fazer algo, achando que os outros vão se importar mais.
    Enquanto nós mesmo não usamos tranquilamente.

    E penso nisso é uma moda e ponto.
    Pode ser um estilo de vida, mas continua sendo moda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Hachiikko! ^^

      Talvez, de fato, nós demos importância demais para apenas roupas... Ou não? O.o

      Excluir
  8. Li o post inteirinho e concordo com tudo. :D

    Tem sempre essa história de Ita aparecendo em tudo quanto é lugar, mas na verdade, para alguém que se veste de Lolita se importar com a opinião dos outros (mesmo que sejam outras Lolitas) não é algo que faz muito sentido. ^^'>

    Mas ainda acho que o Brasil é uma país muito complicado para você usar o que quer sem passar medo ao alguma coisa parecida. =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade ^^ De fato, não faz muito sentido XD

      Mas devo corrigir sua noção quanto a uma coisa: o problema não se resume ao Brasil, não! No Japão você não pode nem pintar o cabelo sem ser mal-visto pela sociedade! E nos EUA se você usar uma street fashion japonesa eles também não vão reagir bem... Acho que só em Harajuku para reagirem normalmente com essas coisas.

      Excluir
  9. Achei interessante o teu post sobre o assunto. Realmente, se você for ao japão vai ver lolitas que aqui no Brasil seriam taxadas de itas sem nem ser pensado duas vezes.
    Mas o neócio é que essa taxação (?) e regras não são só no Brasil, for olhar o a egl no livejournal é a mesma coisa.
    acho que o que aconteceu no Brasil, é que a gente acabou importanto as regras das mocinhas ocidentais mesmo.
    Agora, minha opinião sincera. Eu acho que a moda lolita seja melhor com essas regras.
    talvez não me importe tanto com meias e jsk sem blusa por baixo, mas eu sempre acho tão feio não usar anágua.
    Acho que certas regras se criaram por questão de "bom gosto" afinal harajuku é uma coisa, você se veste como quiser e ninguém vai falar.
    Mas fora de lá, se você não estiver ao menos combinando as pessoas vão ter reações ainda piores do que quando você usa um coord todo bem montadinho.
    é o classico " a festa junina já passou"
    então acho que seja por isso que se criaram tantas regras, como uma maneira de fazer isso ficar mais bonito aos olhos de quem ão entende, e não fazer parecer uma aberração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, eu concordo com você em partes >_> Em primeiro lugar, obrigada pelo comentário. Devo dizer que, é, a moda lolita ocidental parece ser em si mais fechada. Mas também a do Brasil parece ser mais ainda, talvez pela terrível preocupação em "não ser lolita". O que me leva a comentar algumas coisas que você disse.

      Por exemplo, eu citei que, se você quer usar lolita e inventar dentro da moda, é muito ok. Mas dentro dela. E, usando seu exemplo, anágua é essencial em um outfit lolita. Porque é ela que dá a silhueta característica. Nós não temos lolita sem anágua.

      Eu duvido um pouco do "bom gosto", sendo sincera. Já viu oufits lindos sendo ridicularizados igualmente. E uma das principais coisas que vejo no meio lolita que conheço é, tipo, "foda-se a sua opinião, eu uso o que eu quiser" em relação a pessoas aleatórias na rua. Poucas lolitas, no seu dia-a-dia, estão tão preocupadas assim em divulgarem a moda e fazerem pessoas que não são próximas a elas gostarem do estilo.

      Também outro problema dessa ideia de "tentar fazer não parecer uma aberração" é que, por exemplo, Sweet OTT. É perfeitamente aceito, não tem "regra" dizendo que não pode. E idem pra Gothic, pra Classical, etc. Mas, sinceramente, as pessoas na rua acharão igualmente esquisito um outfit Gothic Lolita e um Sweet OTT. Então, enfim, duvido que essas regras existam para uma maior aceitação da moda fora do meio.

      Mas, enfim, obrigada ^^

      Excluir
  10. Acho que a única regra em que eu me apego é: Saia em forma de sino e/ou cupcake, e seja modesta... Daí vai de cada um né? Durante o dia eu tento usar coisas lolitaveis, mas pra mim é inviável e meio drástico, usar anáguas para fazer serviços de banco, ajudar no estoque, andar de bicicleta...(sou faz tudo da empresa" _ _°), até lavar banheiro às vezes sobra quando a tia da faxina não vem... Fora a questão de segurança também! É bem mais fácil, marcar uma menina com saia e anáguas, do que uma de jeans, na saída do banco! Mas eu não sou menos lolita por causa disso!E também já ví um monte de lolitas veteranas que fazem combinações com outro estilo e ninguém critica, aí vai uma novata fazer... Sofrer preconceito dentro da própria "sociedade" é tenço! Ai desculpe pelo mega comentário! Seu blog é muito informativo e interessante, já estou seguindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelos elogios ao meu blog, fiquei muito feliz! ♥ Infelizmente ele anda meio abandonado, mas enfim T_T

      Sim, eu entendo disso =/ é chato que lolita não seja nada prático. E também vejo problema nessa questão de fama. Não é geral, mas constantemente o mesmo outfit feito por uma veterana e por uma novata terá reações diferentes. E em geral a veterana tem "mais crédito" para ser criativa e talz. Embora tenha algumas que ganharam fama justo por não seguirem as ditas regras e inventarem como querem XD

      Adorei seu comentário, desculpe MESMO pela demora em responder!

      Excluir
  11. O que mais me desanima em lolita são as lolitas que discriminam as outras por causa de sapato ou headress. Acho incrivelmente ridículo que muitas falem "Sapatilha e lolita não dá", "Melissas não devem ser usadas com lolita" ou coisas como "Tem que ser um headress grande". O que importa é o resultado, se fica bonito visualmente e não se o sapato é de tal marca ou modelo ou se a saia está dois dedos abaixo do joelho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa pela demora em responder T_T'''

      Eu te entendo quanto a isso. Eu concordo com você, se ficou bonito tá ok. Há alguns modelos de sapatos que são "típicos" lolita, como mary-jane, tea party shoes e rocking-horse shoes. No entanto, tem muitas lolis que saem desse estilo.

      Pelo que noto, está se popularizando usar botas e sapatos (a Rika e a Karine quase nunca usam sapatos "típicos" lolita) e já teve outfit que fez sucesso da Kakao em que ela usou melissa e foi elogiada. Mas as próprias meninas ficaram surpresas de terem gostado (o que para mim demonstra que há preconceito e que com criatividade pode-se usar quase qualquer coisa XD)

      Sobre o headress, nem sabia dessa que tinha que ser grande ou pequeno o.o'''' Que coisa...

      Excluir
  12. Amei,concordo.ja fui chamada de ita e oque me irrita é que vejo veteranas fazendo coisas que ate eu que sou meio novata acho ita,coisas que eu ja fiz melhor e me chamaram de ita,enquanto só elegiam elas só por n serem novatas(salvo exceções,ha mtu outs lindos tbm),isso realmente me irrita,chegei a ponto de desistir mas pensei...n,n vou fazer isso,a vida é minha e n vou deixar que digam oque devo ou n fazer,criticas construtivas eu aceito,mas aqueles comentarios ofensivos jamai,ja chegei a responde-los mas agora os ignoro.amei seu post<3 bjs

    Le.mas pode me chamar por himeko(p amigos =^^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu noto bastante essa de veteranas poderem ser mais criativas que novatas. Parte minha acha uma pena, outra fica pensativa a respeito. De qualquer forma, acredito que quando se começa em uma moda e começa a postar outfits, você vai meio que acumulando uma fama. Aos poucos, você vai ganhando "o direito" de inventar mais.

      Eu acho importante, caso a pessoa queira seguir o estilo X, ela primeiro entender bem o que está dentro daquele estilo (e isso em geral resulta em outfits mais simples e presos ao "bê-a-bá") e depois ir inventando, conforme se sentir à vontade e sentir que sabe o que está fazendo. Agora, se a intenção é apenas e somente "usar o que te faz feliz", não tem nem porque ligar para regras.

      É muito chato isso de crítica destrutiva :~ admito que nem posto muito em grupos o que eu faço, porque acho meio... "perda de tempo".

      Obrigada pelos elogios ao meu post e desculpe pela demora em te responder ><"

      Até mais, Himeko ^^ ♥

      Excluir
  13. Imagina,e obg por responder Alice =^o^=

    ResponderExcluir
  14. eu ja usei melissa em um out,e fui elogiada,gostaram dele ^^ talvez esteja começando a diminuir um pouco isso princesa anônima <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que legal! ♥ fico muito feliz!

      Obrigada pelo comentário, princesa anônima :3

      Excluir